Este canal é exclusivo para o registro de Denúncias sobre ilícitos criminais relacionados ao conglomerado do Banco do Brasil S.A., seus funcionários e empresa ou representante que atue em nome do BB, administradores, controladores, detentores de participação qualificada e membros de órgãos estatutários e contratuais.

O Banco do Brasil e seu conglomerado incorporaram à sua regulamentação o proposto pela Resolução 4.567/2017, do Banco Central do Brasil, para aprimorar a governança corporativa e remessa de informações relativas a integrantes do grupo da alta administração, que possa vir a afetar sua reputação. Este canal representa o alinhamento do BB e conglomerado com as regras e recomendações nacionais e internacionais que resultam importantes aperfeiçoamentos na gestão de riscos e incorporação de princípios e critérios estabelecidos pelo Comitê de Basileia.

Administradores: Membros do Conselho de Administração do Banco do Brasil.

Controladores: União e Fundo Soberano.

Detentores de participação qualificada: “Considera-se participação qualificada a participação direta ou indireta, detida por pessoas naturais ou jurídicas, equivalente a 15% (quinze por cento) ou mais de ações ou quotas representativas do capital total das instituições de que trata este capítulo (Res. 4.122/2012, art. 6º, I).”

Membros de órgãos estatutários e contratuais: Presidente, Vice-Presidentes e Diretores.